DMAISB – Construções Inteligentes

Blog

5 erros em reforma fatais

Tomar medidas preventivas, além de poupar mais gastos e a perda de tempo, pode evitar erros em reforma muitas vezes fatais.

Quais são os piores erros em reforma?

Erros fatais em reformas

Hoje nós relacionamos 5 erros comuns, mas que podem ser fatais na hora da reforma. Conheça!

1. Não planejar

Segundo uma matéria da Revista Exame, o brasileiro dedica pouco tempo da obra para o planejamento, ⅕ do total. Em países mais desenvolvidos, a elaboração de projetos consome muito mais: na Alemanha, por exemplo, cerca de 50% do tempo previsto para uma obra é designado ao planejamento.

Sem essa ferramenta definida, começar uma obra de reforma, mesmo simples, pode resultar em surpresas desagradáveis, sobretudo financeiras.

2. Danos em pilares e vigas

Erros fatais podem acontecer também por supressão de elementos estruturais. Isso pode ocorrer de forma integral (com a eliminação de um pilar, por exemplo) ou parcial. Nesse caso, o erro, geralmente, se dá quando uma coluna de sustentação ou uma viga é perfurada para a passagem de tubulações.

Muitos acreditam que a instabilidade estrutural decorre apenas pela demolição de paredes, mas até mesmo o uso de máquinas leves deve ser feito com cautela, com o objetivo de não causar fissuras e trincas na base.

3. Derrubar paredes estruturais

Se a alvenaria tiver função estrutural, demolir uma parede pode afetar gravemente a segurança da edificação e de seu entorno. Jamais as paredes estruturais devem ser eliminadas ou alteradas, já que elas não são simplesmente divisórias e, sim, pontos de distribuição de carga e suporte.

4. Usar materiais de qualidade duvidosa

Na tentativa de economizar, muitos acabam fazendo uso de materiais inadequados que podem até colocar em risco a estrutura do imóvel.

Essa situação é muito comum e, dessa maneira, há erros como o uso de revestimentos de madeira sem os tratamentos necessários e a aplicação de pisos polidos e escorregadios em ambientes externos.

5. Fazer acordos “de boca”

Às vezes, por achar que a palavra “basta”, muitas pessoas deixam de assinar um contrato detalhado sobre a reforma. Contudo, ele é indispensável se você não quer ser enganado e nem ver sua obra se transformar em um pesadelo. É muito importante acertar datas de entregas, pagamentos e serviços de forma oficial.

Quer evitar erros fatais na reforma?

Entre em contato com a DMAISB e conte com soluções inteligentes para a sua obra!

Referências: Estilo UOL, Sienge, VIX, Mobuss Construção e Casa Abril.

Compartilhe este post



Comentários (0)

Deixe o seu comentário!